FESTA JUNINA GOSPEL?

     Atualmente temos visto surgir muitas novidades no mundo gospel. São inovações, modismos e muitas aberrações teológicas. Ontem, a exemplo de outros anos, presenciei algo revoltante e vergonhoso. Voltava pra casa, vindo de um passeio familiar, quando passei por várias pessoas, membros de determinada igreja evangélica, que não convém citar a placa denominacional, todas vestidas a caráter para um culto "jesuino", pois é, agora estão colocando quadrilha junina dentro de igrejas evangélicas. Como é comum hoje em dia ver as igrejas evangélicas adotando novos modismos, este é apenas mais um: balada gospel, reggae gospel, boate gospel, arrasta pé gospel, tudo agora é gospel. Tudo para "atrair" os jovens a permanecerem dentro das igrejas. E assim criaram o "arraiá com Jesus" ou "festa jesuína". Tudo para divertir a galera gospel descompromissada com a Palavra de Deus. A única diferença entre estas festas e baladas e as do "mundo" é que nas "igrejas" tudo leva o nome "Jesus" ou "gospel".
     Até o amanhecer tem forró, comidas típicas, danças e muito mais. Será realmente que Deus aceita tudo isto? será que Ele fica satisfeito? Muitos dirão que é melhor organizar um forró "santo" do que apenas criticar, ou é melhor os jovens se divertirem dentro da igreja que saírem da igreja.
     Qual a mensagem por trás das festas juninas? Estas festas são homenagens feitas a "santos" católicos: Antônio, João e Pedro. Tradicionalmente, fazem parte das manifestações popularem mais tradicionais e praticadas no Brasil. Mas estas festas são folclore ou religiosidade? Será correto pegar sacrificios aos ídolos e rotular de "evangélicas".
     Como servos de Deus, temos que ter muito cuidado com as práticas herdadas do paganismo, bem como de misturas religiosas, inconvenientes ao cristão. Temos que ter uma clara escolha: "Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o, e se Baal, segui-o" 1Rs 18.21.
     Pelo visto, celebração semelhante acontecia a muitos séculos atrás: "Será que você não vê o que eles andam fazendo nas cidades de Judá e nas Ruas de Jerusalém? As crianças apanham a lenha, os homens acendem o fogo, e as mulheres assam bolos para oferecer à deusa chamada "rainha do céu". Também derramam bebidas como oferta a outros deuses e fazem isso para me provocarem à ira" Jr 7.17,18.
     Ninguém pode ser contra alguém comer milho bem como seus derivados típicos desta época, entretanto, desfrutemos dessas coisas na privacidade de nossos lares e fora do contexto destas comemorações. Ou seja, sem que sejam cozidos em fogueiras. Com isto não quero dizer que somos livres para participarmos de tais festas desde que seja de maneira privada. Jamais! Ao participarmos de tais ritos nos ligamos em idolatria, que é grave pecado.
     "Mas vocês que acendem fogueiras, todos vocês cairão no fogo que acenderam e serão mortos. Um sofrimento horrível os espera" Is 50.11.
                                                                                M.D.
Compartilhar Google Plus

Autor MOISÉS DUARTE

    Blogger Comentario
    Facebook Comentario

0 Comentários:

Postar um comentário

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO, E E-MAIL, QUE SEMPRE QUE POSSÍVEL EU RETORNAREI A SUA MENSAGEM. QUE DEUS TE ABENÇOE

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial